learnex

Fátima Brito

FÁTTIMA BRITTO

 

A autora do livro Entre o elevador e a praça, título premiado pela Secretaria de Cultura de Atibaia, Fáttima Britto é professora de Português do ensino médio e cursinhos pré-vestibulares, é especialista em Globalização e Cultura. Autora premiada em concursos literários, é leitora assídua de Franz Kafka, Graciliano Ramos, Dylan Thomas, Guimarães Rosa e Jorge Luis Borges. Integra o coletivo Quatati, de produção e divulgação de literatura: http://quatati.blogspot.com.br/

 

 

 

 

 

 

 

Contatos:

Skook de Algarobas Urbanas

 

 

 

Conheça trechos dos contos do livro Entre o elevador e a praça, livro premiado pela Secretaria de Cultura de Atibaia:

 

Trecho do conto “Inventário”


"Quando tinha o rosto liso e os cabelos todos negros, e os olhos, ainda que cínicos, brilhantes, já sabia que a vida era guerra. E guerra por pouco mais de um monte de carniça. Não nasci pra vencido. Resolvi ganhar. E assim tem sido desde que sou moleque. Ainda hoje quero distância dos derrotados. A derrota é um estado de espírito dos que acreditam que não podem mais mudar o rumo. Não podem. Nunca me senti derrotado. E hoje, quando vi aquela luneta abandonada, enxerguei instantaneamente um novo caminho."


[...]

***


Trecho do conto “Reencontro: desencontro”


"Tchau.


O salto alto ecoou até o elevador, onde me vi retratada com minha melhor roupa de cada dia. A saia preta básica era parcialmente encoberta por uma bata em que o salmão e o branco se sobressaíam; nas orelhas brincos de argolas douradas à mostra; a tiracolo, uma bolsa discreta e cara. Não mostrava o peso que carregava. Não me reconheci na imagem refletida. Não me reconheci quando minutos atrás ouvi: preciso falar com você. Preciso falar com você hoje sem falta. Eu já sabia de que se tratava. Mas não acreditava que ele conseguiria. Covardia ou bondade? Não teria força para tanto.
Sete horas da manhã o metrô não estava tão cheio, mas havia pessoas em número suficiente para incomodar. Sentei-me na janela. Não havia nada melhor a ver que minha própria imagem, naquele dia envelhecida. Uma imagem que não me pertencia. De verdade, não me pertencia. Lembrei-me do ocorrido há cerca de um mês."

[...]

 

***

 

Trecho do conto “Uma encruzilhada sem cão”



"Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Ele era quase mudo, mas dizia tanta coisa. Uma das coisas que, me lembro,ele dizia muito,com algumas variações, é isso. E isto: Bendito é o anjo das encruzilhadas que tornou tão cheio de pontos de encontro esse lugar tão grande. Há trinta anos, quando eu cheguei, tudo era muito diferente. Não tinha esse monte de prédio, era tudo mato. A praça surgiu logo no começo e com ela vieram alguns vizinhos e botecos e pontos de ônibus. Mas aquela mulher veio muito depois."

 

[...]

 

***

 


 

Livro: Entre o elevador e a praça

Autor: Fáttima Britto

Gênero:
Contos

ISBN: 978-85-64308-37-4

Número de Páginas: 176

Formato: 14x21

Preço: R$ 25,00 + Frete