learnex

Adriano Scandolara

ADRIANO SCANDOLARA

 

Adriano Scandolara, autor do livro Lira do Lixo, nasceu em 1988. É tradutor e sente a necessidade cármica de compensar com poesia as coisas sujas que faz por dinheiro. Formado em Letras, utilizou o mestrado como desculpa para traduzir Shelley. (Des)contribuiu já para revistas como Babel Poética, Mallarmagens e Germina. Ganhou uma menção honrosa no Prêmio Off-flip 2012, mas não sabe o que fazer com ela. Mora num prédio feio de Curitiba, com vista para um fosso e um recorte mínimo de céu.

 

 

 

Contatos:

Skook de Algarobas Urbanas

 

 

Conheça 03 poemas do livro Lira do lixo, de Adriano Scandolara:

 

A arte de governar

O que segura o mundo,
represa o mar de escombros
da queda de edifícios
pilastras governos
revolta e violência popular
deserto de pó e ossos
sob um céu tombado
barbárie e penúria,

(de resto,
burocracia)

é barbante e fita-crepe.

 

***

 

Do progresso nas profissões



Não se vê daqui, mas sei
que a prostituta na rua
tem um olho de vidro.

É mais aparente o gancho
na mão esquerda
ou, mais à luz, sob o poste
a prótese
da perna.

A insaciedade da fome de carne
que tem que se satisfazer
com borracha.

É tempo de fetiches, pessoas
que se fazem fetiches.
Servir-se
da prostituta na rua
não era tanto sexo com gente
quanto era sexo
com coisa
tevê, geladeira,
sonho transerótico do transumanista.

***

 

Hesitação



O ralo do chuveiro entupiu
farto de engolir restos de nós
o que como tumor
sem ver se consumiu,
e menos que os restos o todo restou.

Uma teia no canto
formada reformada por uma aranha,
órgãos tecem e anseiam, enquanto
longe o macho ainda
inútil respira,

enquanto bêbada
entre os
prédios uma
equilibrista
na corda bamba hesita.


 


 

Livro: Lira do Lixo

Autor:
Adriano Scandolara

Gênero:
Poesia

Número de Páginas:
96

Formato:
15x20

Preço:
R$ 30,00 + frete