learnex

Marcelo Pierotti

MARCELO PIEROTTI


Marcelo Pierotti, autor do livro Domingo no matadouro, nasceu em Tatuí, no dia 5 de maio de 1984. De lá partiu para outras cidades e casas pelo interior do estado – dentre as cidades, sua terra natal de escolha: Sorocaba – até se assentar por enquanto em São Paulo, onde se gradua em Letras pela USP. Publicou em fanzines num passado remoto, em alguns sites pequenos o tempo todo e teve uma experiência bruta mesmo que rápida com esquetes de humor para a internet. O livro Domingo no matadouro foi premiado pelo ProAC - 2012 - Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura - e integra a Coleção Patuscada.

 

 

 

Contatos:

Skook de Algarobas Urbanas

 

 

Conheça 03 poemas do livro Domingo no matadouro, de Marcelo Pierotti:

 

PROVA DE TRÊS


Meu quarto
– meu último quarto
até aqui –
caberia numa gaveta
das várias que vi
nos outros quartos
pelos quais
passei

Minhas latas vazias
vão acumuladas
desde os dezoito
anos de idade,
enquanto mulher
não acumulei
mais que uma.

Não acumulei também
dinheiro ou noite dormida.
Gastei tudo com comida,
umas dúzias de sapatos,
vidro, vento, vermífugos
e meias brancas descartáveis.

Como conta exata me
basta apenas uma:
em minha vida tive
três cachorros mortos.

O maior tinha
quarenta quilos
que carreguei
encharcados
numa noite chuvosa.

 

***

UMA PORTA


Há uma porta
na parede de pedra,
quase no fim do corredor
que expande
– violento –
meu quintal.

A porta que nunca abri:
continuação do verde envelhecido
da profusão de plantas do brejo
que corta meu piso cartesiano,
continuação de rachadura viva
dando sentido e porquê
ao caco desbotado
que esconde o chão.

Há uma porta
que nunca ousei abrir
que odeio por ser bela
que faz parte do cenário
que devia ser um beco.

***



ARS MORIENDI

o sono é sempre de menos
o espasmo é sempre no escuro
os seios são sempre sensíveis
onde risca o bisturi

a noite foi sempre a de ontem

contada com gotas de água
que pingam no filtro de barro

o que nasceu prematuro
quando ainda havia fome
o que verteu do sangue
quando ainda havia carne
foi embora enquanto eu morria:

faz dois milênios que não sonho


 

 


 

Livro: Domingo no matadouro

Autor:
Marcelo Pierotti

Coleção: Patuscada - ProAC - 2012

Gênero:
Poesia

Número de Páginas:
96

Formato:
14x21

Preço:
R$ 25,00 + frete