learnex

Suzana da Costa Longo

SUZANA DA COSTA LONGO

 

Suzana da Costa Longo, autora do livro Senta direito, querida, nasceu em São Paulo, em 18 de março de 1988. Formou-se na graduação de Artes Plásticas – Licenciatura pela ECA -  USP - Escola de Comunicações e Artes. Fez parte do Centro Acadêmico Lupe Cotrim, participando do Núcleo de Gênero desta entidade. Escreve desde pequena. Teve um poema publicado na revista Originais Reprovados, edições de 2010 e (2011. Tem um projeto em grupo chamado Circular de Poesia Livre, de poesias eróticas escritas por mulheres (alunas e ex-alunas da Escola) com projeto de distribuição gratuita em condução pública.

 

Contatos:

Skook de Algarobas Urbanas

 

 

Conheça 05 poemas do livro Senta direito, querida, de Suzana da Costa Longo:

 

Amei-te 1


Amei-te primeiro em nuvem,
Assim que tocou seus olhos em mim.

Depois amei-te também em palavras,
Por que não paraste de olhar assim.

Mas depois amei-te foi em suor,
Por que de repente o céu e o mar se misturaram,
E meu corpo foi só silêncio.

***


Amei-te 2


Amei-te primeiro em sonhos,
Quando era distância e eu solidão

Depois amei-te em olhares,
Por que as palavras não cumpriam função.

Aí então amei-te aos poucos,
Devagar
Pra que a música pudesse tocar
e eu sentisse a dança em mim.

 

***

 

De início não teve encaixe. E foi palavra por palavra, gesto por gesto, toque fugaz por toque fugaz, simpatia por simpatia. E aí a boca que buscou a boca, a boca que buscou a língua, a língua que não encontrou encaixe, a boca que entrou vazia, o ritmo que não andava, os corpos que não tocaram (se), a língua atrasada pra chegar, a língua atrasada que demorou o céu inteiro mudar de cor, as línguas língua por língua, tão língua por língua que foi encaixe por encaixe. E no fim também as mãos, e no fim também os braços e foi palavra por palavra que durante uma hora foi só silêncio.

 

***

 

Não percebe que eu tenho um elefante na minha boca que quer dar-te luz num abraço imenso?

 

***

 

Obscena


Na linguagem dos fluidos e dos ais multicolores,
meu corpo esfarelou-se no teto, rompendo-se em prazerosas dores


Todas as noites eu rodopiava no ar, tocava os anjos.
E as paredes dançavam extasiadas.

 


 

Livro: Senta direito, querida

Autor: Suzana da Costa Longo

Gênero: Poesia

Número de Páginas: 80

Formato: 15x20

Preço: R$ 30,00 + frete