learnex

Cel Bentin

CEL BENTIN

 

Autor do livro de poemas Segredaria, Cel Bentin é paulistano, nascido no fim dos anos 70. Integrou a Antologia do 1º Prêmio Cassiano Nunes – Concurso Nacional de Poesias (Universidade de Brasília – UnB), o flipbook Asfalto (Publicações Iara) e meia dúzia de sites/blogs e zines. Revisa textos por ofício, como quem ouve a voz que escreve. Gosta de teatro e cinema; prefere o cajón à poltrona. Sente que palavra é bicho mais denso do que as gramáticas pregam e a tabela periódica imagina. Desconfia do querer dizer: desafia e firma fé é no (se) ouvir falar que a intimidade de quem lê ampara, provoca ou renega. Acredita em profundidades que apontam para o alto. Mais jamais confessa (e anuncia): só segreda.

 

 

Contatos:

Skook de Algarobas Urbanas

 


Conheça 04 poemas do livro Segredaria, de Cel Bentin:


PREFÁCIO [ou VOX ALTA]

 

Ouvir toda palavra
primeiro
com os olhos.

Descobrir
seu volume
em silêncio.

Tatear seu som
manuscrito aceso
no peito.

Só depois,
com o sentido nas mãos,
deixar verter pela boca escrita nova.

Singular,
pessoal
e transferível.

Sob a voz alta
que alcança o segredo
da fome aberta nos olhares alheios.


***

 

PER VERSI

para Anderson H
e Muryel De Zoppa


 

PER VERSI
Expressão de si
não se aprende:

des cobre se

a si só
se des
do bre

***

 

MANDINGUEIRA

 

Não as letras em fila indiana;
mas o caos erguendo visitas.

Não só o que o texto aponta;
mais o que olhar descortina.

Dona
é Poesia:
Letrenfeitiça.

 

***


DA VITRINE DA LIVRARIA

 

A flor escrita num origami
lançava recados aos olhos
de quem espiava as folhas
de seus segredos de lótus.

Sussurrava silêncios
de flores de artifício.


 


 

Livro: Segredaria

Autor: Cel Bentin

Coleção: Patuscada - ProAC - 2012

Gênero:
Poesia

Número de Páginas:
96

Formato:
14x21

Preço:
R$ 25,00 + frete